Top 5 – Melhores looks de 2011

E seguindo a nossa série de dignidades para estreiar o novo layout, hoje falaremos das dignidades que marcaram 2011.

Reuni aqui os looks que, na minha opinião, foram os melhores do ano e fizeram nossos olhinhos brilharem.

5- Diane Kruger

Porque só essa cara de rykah da Diane Kruger já ajuda muito!

Mas esse longo Jason Wu, que ela usou no baile do MET, sabe ser lindo!

O que é essa fenda gente?! E esse caimento perfeito da saia?

Tenho um pé atrás com vestidos de manga comprida com o corpete bordado, sempre acho que vai ficar uma coisa meio “patinadora no gelo feelings”.

Mas neste caso as aplicações são tão delicadas e o corte é tão refinado que ela conseguiu ficar fashion, diferente e elegante, como só Diane consegue. E esse cabelón de diva de hollywwod, com essa pose…Me ganhou!!

Quinto lugar com honras para você Di! (a intima)

4- Miranda Kerr

Mirandinha me conquistou nesse ano.

Além de ser obviamente linda e ter essa carinha de “moça-que-a-gente-adoraria-ser-amiga-para-assistir-comedia-romantica-junto”, a angel tem um estilo que eu admiro muito: simples, elegante e sexy.

Esse longo Michael Kors caiu perfeitamente no corpitcho da moçoila. Os recortes são lindos, assim como esse detalhe de metal na cintura. E ela soube equilibrar muito bem a sensualidade do vestido, com  os cabelos presos e o make mais leve.

Além do que esse salto é a dignidade em vida também! Orlando Bloom (oi! me liga) é um cara de sorte!

3- Olivia Wilde

 Sabe quando voce compra um sapato novo que você AMA e anda até olhando para baixo para poder admirá-lo?

Olivia Wilde é gente como a gente, gente!

Tá na cara que ela está babando pelo seu louboutin (encarnação da perfeição) e pelo seu vestido Marchesa digno de princesa Disney.

Esse vestido é um sonho, esse sapato é um sonho e Olivia está DYVA!

2- Bar Refaeli

Oi, eu sou linda! Oi, eu sou loira, magérrima, alta e de olhos azuis.

Eu posso segurar um vestido de malha que marcaria até a alma de qualquer outra mortal, mas em mim fica perfeito, porque eu não tenho nada para marcar!

Meu vestido ainda tem essas costas lindas e trabalhadas, num decote super original. Além disso, o caimento da minhas saia é perfeito, assim como meu penteado, que eu soube escolher muito bem para combinar com meu vestido.

Por isso eu mereço a medalha de prata, tsáh? Beyjos.

1- Nina Dobrev

Esse vestido foi quase unanimidade entre os blogs de moda quando Nina Dobrev desfilou com ele ano passado. Claro que ele não poderia faltar aqui também!

Não tem como não admirar a estrutura dele que vestiu tão bem, assim como esses detalhes, meio origami feelings, na barra. esse diferencial deu movimento a saia, além de ser uma serei estilizada, moderna, fashion e diva.

As jóias eram dignas do vestido também, assim como o cabelo de lado, bem old hollywood.

O conjunto da obra está perfeito e Nina mereceu a medalha de ouro com louvor!

E vocês, concordam com as minhas escolhas?

Qual delas é a preferida de vocês?

Como ser Rykah

Sabe aquela pessoa que você olha e pensa: Essa é RIKAH!

Então, foi a primeira coisa que eu pensei quando eu vi essa foto da musa-fashionista-master Diane Kruger

Que postura é essa Di?!!

Postura de:

Sou linda e sei disso.

Sou poderosa e sei disso.

To usando um vestido lindo e baphônico e sei disso.

Sou sexy e sei disso.

Sou rykah e sei disso.

Sempre disse que não bastava você usar um vestido incrível desta ou daquela marca. Você precisa saber “segurar” um vestido e Di deu uma aula de como sair bem na foto.

Só acho que faltou um pratinho de feijão com farofa pra dar uma enchida nesses bracinhos, mas quem liga pra isso quando se é Diane Kruger?

 

 

 

Dignidade dulpa do dia

Este post é pra você. Isso. Você aí. Que saiu hoje de plataforma  de cortiça com desenho de florzinha, calça jeans cheia de strass na poupança, aquele tomara que caia de lycra todo trabalhado na estampa com glitter, um maxi colar combinando com a cor do top, brinco de strass, lápis no olho, blush cor-de-rosa-sou-uma-barbie e gloss gordura-de-carne-de-porco. Olhem essas duas distintas senhoras:

A primeira é Diane Kruger que teva a cara e a coragem (trocadilho infame) de aparecer em um red carpet só com um leve blush e um “nada” de rímel.  Linda

Nossa segunda txutxuca é Blake Lively, que apareceu nas ruas de Paris toda de nude, estidinho fresquinho e rabo de cavalo, ou seja, nada é tudo girls! (se você pode chamar um look louboutin+dior de nada, né Laura!)