Looks do EMA

Ando revoltada com os red carpets mundo a fora.

Ou temos as loucas surtadas que piram na batatinha e vão vestidas de carne, ou temos as piguetchys creyças que vão praticamente só de lingerie, ou as completamente salada-de-chuchu-com-yorgute-desnatado.

O EMA foi o exemplo perfeito disso, mas nao podemos generalizar! Vamos ver quem ainda está no caminho da luz e se salvou da língua ferina da blogueira que vos fala?

Miley foi a melhor da noite na minha opinião. Adorei esse D&G com a gravatinha estilizada e cheio de camadas. Achei modernete, condizente com a idade dela e com o evento.

Acho que ela poderia só mudar o penteado pra variar um pouquinho

Vamos pro outro extremo?

Taylor, amiga. Senta aqui com a titia e vamos conversar. Halloween é só uma vez no ano. Passou isso você pode voltar ser normal. Você é jovem, é bonita, é loirinha….não precisa odiar o mundo assim!

Nem McQueen salva!

 

 

 

 

Anúncios

Fofura do dia

Todo mundo já cantarolou essa música pelo menos uma vez na vida vai….

“E-du-ardo e Mooooonicaaa”

Sempre achei a história dela super fofa e tinha altas piras imaginando a letra como se fosse um filme na minha cabeça (alocka)

Eis que então cruzo com um vídeo hoje que nada mais é do que uma animação da música! E o melhor super bonitinha, engraçada e nada tosca como as feitas no Paint que eu encontrava antes por aí.

No canal do autor têm outras animações. Dê uma olhada, vale a pena!

 

Dignidade do dia

Sou suspeita pra falar porque ela está em tipo dois dos meus três filmes preferidos, mas Anne Hatthaway anda se superando a cada dia também no quesito fashion.

Amei a cara dela de RYKAH na capa da Elle UK desse mês.

Carão, cabelo de diva e toda trabalhada no Balmain baphonico para completar … assim eu gamo!

E passado alguns dias ela aparece num red carpet da vida assim:

Simples e simplesmente linda.

To sonhando com um cabelão desse!

Anne, SUA LINDA!

Sexy!

Eminem foi o primeiro cara famoso pelo qual eu tive uma quedinha (superquedaprafalaraverdade). Então, quando vi ele na capa da Rolling Stone gringa não resisti e vim correndo mostrar pra vocês.

Sempre gostei (achei sexy) desse ar de bad boy mal-humorado dele e achei que a capa mostrou bem isso. A chamada é o máximo também

“The road back from hell”

Forte né?!